Ricardinho vira polêmica no Morumbi

A curiosa história do interesse do São Paulo pelo meia Ricardinho, do Corinthians, ainda provoca muita polêmica no Morumbi. Embora o presidente são-paulino, Marcelo Portugal Gouvêa, garanta que sempre tentou contratá-lo, muitos no clube não acreditam. Componentes da antiga diretoria dizem que o Tricolor nunca teve dinheiro para trazer o jogador, mesmo após a venda de Belletti."A diretoria passada deixou o clube em boas condições financeiras, mas não havia tanta gordura para a contratação de um jogador de peso", comentou um dirigente que pediu para não ser identificado. A nova diretoria do clube já havia gasto cerca de US$ 2 milhões para ficar com o atacante Luís Fabiano.No Corinthians, há a mesma dúvida. Pessoas ligadas à diretoria do clube consideraram "estranho" o procedimento dos são-paulinos. Quando o presidente Alberto Dualib disse que não tinha interesse em negociar o meia, Marcelo Portugal Gouvêa recuou e nem sequer esboçou uma proposta. "Mesmo que o Corinthians não quisesse vendê-lo, é comum o outro clube pelo menos fazer uma proposta e isso não ocorreu", comentou um influente conselheiro corintiano.Ricardinho não participou do amistoso contra o Osasco, em Osasco. Ficou fazendo trabalhos físicos no Parque São Jorge com o auxiliar de preparação Ricardo Rosa. Até agora, não há nenhuma proposta oficial de um clube da Europa pelo meia. O Corinthians espera negociá-lo para melhorar sua situação financeira, tanto que já está atrás de um substituto. "Estamos pesquisando no futebol brasileiro, mas está difícil encontrar alguém com suas características", confirmou o técnico Carlos Alberto Parreira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.