Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Ricardo Gareca está de volta ao Peru, agora para dirigir a seleção

Técnico, ex-Palmeiras, foi campeão com o Universitario em 2008 

O Estado de S. Paulo

02 Março 2015 | 15h50

Ricardo Gareca é o novo treinador da seleção do Peru. O argentino estava desempregado desde setembro, quando deixou o Palmeiras, e assume a seleção com o objetivo audacioso de levá-la para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Ele substitui o uruguaio Pablo Bengoechea, demitido após apenas nove meses no comando da equipe nacional.

Gareca volta ao Peru após sete anos. Ele dirigiu o Universitario entre 2007 e 2008 e foi campeão nacional (do Apertura, no seu segundo ano pelo time). Aos 57 anos, ele terá a missão de repetir o bom trabalho feito no tradicional clube, no qual além do título, conquistou 60,1% dos pontos disputados - foi seu segundo melhor trabalho como treinador, atrás apenas do sucesso que fez no Velez Sarsfield.

Presidente da Federação Peruana de Futebol, Edwin Oviedo é um admirador de treinadores estrangeiros. Mas, ao mesmo tempo em que aposta em argentinos e uruguaios, ele não tem paciência e também os demite com facilidade em caso de fracasso. Agora, sua promessa é que dará tempo para Gareca implantar sua filosofia na equipe dos atacantes Farfán e Guerrero.

Paciência teria sido um pedido de Gareca para assumir o selecionado grená. Por isso, fez questão de um contrato longo, com três anos de duração. O argentino desembarcou no aeroporto internacional Jorge Chávez na madrugada desta segund-feira e foi recepcionado pelo gerente de seleções da Federação Peruana, Antonio García Pye.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.