Ricardo Gomes admite defesa do Botafogo ruim e lamenta gol anulado

Treinador não gostou da atuação da equipe na derrota para a Chapecoense

Estadão Conteúdo

25 de julho de 2016 | 11h41

O técnico Ricardo Gomes teve motivos de sobra para lamentar a derrota por 2 a 1 sofrida pelo Botafogo diante da Chapecoense, neste domingo, na Arena Condá, em Chapecó (SC), onde reconheceu que o sistema defensivo da equipe carioca não vai bem neste Campeonato Brasileiro. Para completar, o treinador ainda viu a arbitragem anular um gol do chileno Canales, que para ele não estava em posição de impedimento, apontado pelo bandeira no lance no final do primeiro tempo.

"O primeiro tempo foi equilibrado. Tivemos dificuldades de traduzir o domínio em gols. O setor defensivo não está muito bem. Precisamos melhorar. Entre dominar o jogo e conseguir os três pontos tem uma grande diferença. Temos que traduzir esse domínio em gols. O sistema defensivo não está suportando", lamentou o comandante.

E, até ao falar sobre o gol marcado por Canales, Ricardo Gomes reclamou da ineficiência do ataque botafoguense. "Estamos chegando bem na área, mas o último passe não está sendo correto. Na conclusão, não está dando certo. Tirando o lance do Canales, que foi um gol legal", lamentou.

A derrota para a Chapecoense deixou o Botafogo encabeçando a zona de rebaixamento do Brasileirão, com 17 pontos na 17ª posição. E já nesta quarta-feira o time terá de focar outra competição: a Copa do Brasil, na qual recebe o Bragantino, em casa, às 19h30, no confronto de volta da terceira fase. No duelo de ida, em Bragança Paulista, na semana retrasada, as duas equipes empataram por 2 a 2. Após este duelo de volta, o time alvinegro voltará a campo pelo Brasileiro apenas na próxima segunda-feira, contra o líder Palmeiras, às 20 horas, novamente em casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.