J.F. Diorio/AE
J.F. Diorio/AE

Ricardo Gomes admite que empate em Ribeirão foi justo

'No segundo tempo a bola esteve mais em cima que embaixo, e esse não é o nosso jogo', explica o treinador

Gabriel Navajas, Jornal da Tarde

20 de setembro de 2009 | 20h35

O técnico Ricardo Gomes reconheceu que o São Paulo deixou a desejar neste domingo, contra o Santo André, em Ribeirão Preto. Apesar de ter saído na frente logo no começo do primeiro tempo, o time do Morumbi não soube garantir a vitória.  

 

Veja também:

linkJOGO - Leia como foi Santo André 1 x 1 São Paulo

 Ouça os gols pela Rádio Eldorado/ESPN - São Paulo 1 a 0; São Paulo 1 a 1

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Pelo que aconteceu no segundo tempo, foi justo. Fomos melhores no primeiro tempo, mas mesmo assim não conseguimos impor o nosso padrão de jogo e forma de atuar", observou o treinador são-paulino.

Segundo Ricardo Gomes, o estado do gramado do Estádio Santa Cruz influiu diretamente no placar. "No segundo tempo a bola esteve mais em cima que embaixo, e esse não é o nosso jogo. O campo dificultou a posse de bola e aumentou os erros de passe, aí o time para."

Mas Ricardo Gomes acredita que isso pesou para os dois lados, não apenas para o São Paulo. "O Santo André também passou a fazer jogadas de bola longa. É uma equipe que luta para fugir do rebaixamento e muito forte fisicamente. Nós não conseguimos sair tocando, o jogo ficou sem criatividade, a gente começa a mudar o estilo de jogar e isso mudou o jogo."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.