Ricardo Gomes deixa o comando do Monaco

O Monaco anunciou nesta quarta-feira a saída do técnico brasileiro Ricardo Gomes, que comandou a equipe nas duas últimas temporadas. Segundo o site oficial do clube, foi uma decisão de consenso, tomada no último fim de semana, após o empate por 1 a 1 contra o Valenciennes.

AE, Agencia Estado

20 de maio de 2009 | 13h09

A duas rodadas do fim do Campeonato Francês, o Monaco é apenas o 11º colocado, com 44 pontos, e deve ficar de fora das competições europeias na próxima temporada - em 2008, o time terminou a competição em 12º lugar.

Ricardo Gomes, de 44 anos, começou a carreira de técnico na França, à frente do Paris Saint-Germain, em 1996, logo depois de parar de jogar, e voltou ao país em 2005, para trabalhar no Bordeaux, após passagem por vários clubes brasileiros e pela seleção brasileira sub-23, que não conseguiu a vaga na Olimpíada de Atenas, em 2004. Seu último clube no País foi o Flamengo, no mesmo ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.