Ricardo Gomes espera Kaká até sábado

A espera por Kaká continuará até sábado, no máximo. Foi o que disse nesta terça-feira o técnico da seleção brasileira Sub-23, Ricardo Gomes, durante a apresentação parcial do grupo que disputará o Torneio Pré-Olímpico, em janeiro, no Chile. "É minha data-limite, não posso perder tempo, ficar com essa dúvida até a véspera da nossa estréia", justificou o treinador.Embora já admita um grau de dificuldade maior em poder contar com o atleta do Milan, Ricardo Gomes deu a entender que acredita numa última cartada da diretoria da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para ter o grupo completo no Pré-Olímpico. Mas deixou escapar que uma eventual ausência de Kaká e de outro ex-jogador do São Paulo, o volante Júlio Baptista (Sevilla, da Espanha), seria suprida por jogadores da seleção Sub-20. O treinador chegou a citar Nilmar e Dagoberto como opções. Logo em seguida, falou de Dudu Cearense, Adriano, Daniel e Daniel Carvalho como possíveis reforços para a Sub-23. Todos estão nos Emirados Árabes Unidos, onde disputam na sexta-feira a final do Mundial Sub-20.Ricardo Gomes convocou 17 atletas para o Pré-Olímpico. Ele tem até 2 de janeiro para chamar os três restantes. Quer fazer isso até sábado para poder treinar de 26 a 30 de dezembro com todo o elenco. De quarta a sábado, no dia 20, somente 13 atletas estarão à disposição do técnico na Granja Comary, em Teresópolis, região serrana do Rio. Os outros quatro que ainda não se apresentaram atuam no exterior: Nenê (Mallorca), Luisão (Benfica), Fábio Rochemback (Sporting) e Maxwell (Ajax). Eles só se juntam ao grupo no dia 26. Os três que finalizam a lista de 20 também devem seguir para a concentração da CBF após o Natal.De 21 a 25 de dezembro a seleção vai folgar. O treinador quer os jogadores em atividade esta semana para que mantenham a forma física. "Vão ser treinos leves em Teresópolis nesta primeira etapa, até porque eles estão em final de temporada", explicou.Nesta terça-feira, Marcel (Coritiba), Adriano (Grêmio) e Juninho (Vitória) chegaram mais cedo à Granja Comary. No final da tarde, os santistas Elano, Alex e Paulo Almeida, e os cruzeirenses Gomes, Maicon, Edu Dracena e Wendell, além de Paulinho, do Atlético-MG, se apresentaram no Aeroporto Santos Dumont, de onde viajaram para Teresópolis.Para o zagueiro Alex, trocar as férias pela participação no Pré-Olímpico vai ser gratificante. Ele estava empolgado com o novo desafio e disse que pretende repetir na seleção o bom desempenho que teve no Santos. "Agora o meu trabalho tem de ser reconhecido também na seleção", avisou.Alex passou os últimos dias na cidade de São Gonçalo, no Grande Rio, onde mora sua família, e contou que na despedida de casa não conseguiu conter a "choradeira" dos pais, Jorge Paulo e Lúcia Maria. "Eles sabem que a conquista de um torneio tão importante seria ótimo para a minha carreira."O Brasil estréia no Pré-Olímpico em 7 de janeiro, enfrentando a Venezuela. A competição termina no dia 25.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.