Vitor Silva| SS Press
Vitor Silva| SS Press

Ricardo Gomes evita criticar Botafogo na derrota para o Flu

'Não esperávamos tomar um gol logo no início,' disse o comandante

Estadão Conteúdo

30 de maio de 2016 | 11h09

O técnico Ricardo Gomes evitou ficar criticando os erros cometidos por jogadores do Botafogo na derrota por 1 a 0 para o Fluminense no clássico deste domingo, em Volta Redonda (RJ), pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro. Embora o zagueiro Emerson tenha errado o passe que originou a jogada que resultou no gol de Fred no início do segundo tempo e o atacante Ribamar tenha amargado uma atuação aquém do que se esperava dele, o treinador preferiu lembrar que o time alvinegro como um todo não esteve bem no confronto.

"Não foi um bom jogo do Botafogo. Nós treinamos a formação do segundo tempo, mas não esperávamos tomar um gol logo no início. Consequentemente, o jogo mudou. Eles se fecharam. Melhoramos um pouco no final do jogo, mas mais na disposição do que na parte tática. Não tivemos nenhum controle do jogo", afirmou o comandante, que antes disso já havia reconhecido que o Fluminense foi "bem melhor no primeiro tempo".

Já ao falar mais especificamente sobre as atuações de Emerson e Ribamar, Ricardo Gomes afirmou que não pode exigir que o atacante "faça gol a cada jogo contra o Fluminense", contra quem o atleta foi decisivo em outros clássicos nesta temporada. "Ele teve uma participação mais ou menos porque o time foi assim", analisou, em entrevista coletiva.

Emerson, por sua vez, teve sua temporada até aqui valorizada pelo técnico, que minimizou o peso do vacilo cometido pelo atleta. "Foi um erro de passe, que consequentemente deu o gol ao Fluminense. Mas isso acontece. Não é o caso de obrigar os jogadores a toda hora darem chutões. Foi um erro, ele tem que aceitar. Ele é um garoto de muita força, bom jogador. Cometeu um erro. Só isso", enfatizou.

Com a derrota, o Botafogo fechou a quarta rodada do Brasileirão na 13ª posição, com quatro pontos, e buscará a reabilitação nesta quarta-feira, às 21h45, contra o Cruzeiro, no Mané Garrincha, em Brasília.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.