Vitor Silva|Divulgação
Vitor Silva|Divulgação

Ricardo Gomes não revela time do Botafogo contra o Boavista

Misterioso, o técnico não confirma a equipe que irá jogar pela última rodada da Taça Guanabara

Estadão Conteúdo

15 de abril de 2016 | 14h28

O técnico Ricardo Gomes adotou a estratégia do mistério para escalar a equipe do Botafogo que vai enfrentar o Boavista, domingo, pela última rodada da Taça Guanabara. Nesta sexta-feira, o treinador liberou os jogadores de treino tático e o elenco fez apenas trabalhos físicos. Depois, em entrevista coletiva, ele deixou em dúvida quem entra para a volta de Ribamar ao ataque.

"Isso só 45 minutos antes do jogo. Não há lesionados em relação ao treino de ontem (quinta) e teremos a chegada do Ribamar", adiantou. Na véspera, o time treinou com: Jefferson; Luis Ricardo, Renan Fonseca, Emerson Silva e Diogo Barbosa; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Gegê e Salgueiro; Neilton e Luis Henrique.

Ribamar está na Granja Comary participando de uma semana de treinos da seleção brasileira sub-20. Ele volta ao Botafogo no sábado e será escalado como titular no domingo. A dúvida é quem será seu companheiro de ataque: Neilton ou Luis Henrique.

Na zaga, Emerson se recupera de uma lesão na coxa e será poupado diante do Boavista, preservado para as semifinais. Como Carli está suspenso, o Botafogo vai jogar com a dupla reserva: Emerson Silva e Renan Fonseca.

A equipe alvinegra tem 11 pontos e chega à última rodada da competição sem brigar pelo título simbólico da Taça Guanabara. A briga é pelo segundo lugar, que garantiria a vantagem de jogar pelo empata na semifinal. Fluminense e Vasco têm 14 pontos e garantem os dois primeiros lugares em caso de empate em Manaus.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.