Ricardo Gomes fecha treino do Botafogo e mantém duas dúvidas

O técnico Ricardo Gomes fez mistério sobre a escalação do Botafogo para o confronto diante do Náutico, neste sábado, na Arena Pernambuco. O treinador fechou boa parte do treinamento desta sexta-feira à imprensa e não confirmou a escalação, mas descartou estar bolando uma "surpresa" para o adversário.

Estadão Conteúdo

23 de outubro de 2015 | 16h29

"Não tem surpresa nenhuma. O treinamento fechado não é para surpreender, mas para poder fazer uma correção mais forte. Vocês (jornalistas) conseguem saber tudo, não tem como esconder. Surpreender é muito difícil e corrigimos mais a parte tática", declarou após a atividade.

Apesar de negar a surpresa, Ricardo Gomes deixou no ar a dúvida sobre duas posições na equipe titular. Sem poder contar com Fernandes, que sofreu uma lesão no joelho, o quarto nome do meio de campo ainda não foi definido. No ataque, há também o mistério sobre o substituto do suspenso Neilton. De certo, somente a volta de Daniel Carvalho ao time.

"O meio-campo tinha o Rodrigo Lindoso Willian Arão, Daniel e o Fernandes, que perdemos contra o Sampaio Corrêa. Acabamos perdendo o Daniel também. O Tomas e o Octávio jogaram bem o primeiro jogo e nem tanto o segundo. A volta do Daniel Carvalho é certa, sua contusão está resolvida. A dúvida fica para essa vaga do Fernandes. Se vai ser o Tomas ou outra opção", explicou o treinador.

Se Tomas largou na frente pela vaga no meio, Lulinha e Sassá disputam um lugar no ataque. Assim, o Botafogo deve ter neste sábado: Jefferson; Luis Ricardo, Renan Fonseca, Roger Carvalho e Carleto; Rodrigo Lindoso, Willian Arão, Daniel Carvalho e Tomas; Lulinha (Sassá) e Navarro.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogotreino

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.