Ricardo Gomes pede testes para a Sub-23

O próximo compromisso oficial da seleção brasileira Sub-23 será a disputa do Torneio Pré-Olímpico, em janeiro, no Chile. Mas o técnico Ricardo Gomes não quer esperar tanto tempo para reunir novamente o time. Assim que chegar ao Brasil, ele vai pedir ao presidente da CBF, Ricardo Teixeira, a marcação de amistosos para poder observar os garotos."Não podemos jogar fora o trabalho que fizemos na Copa Ouro. Ter jogado este torneio nos coloca na frente dos adversários que teremos no Chile, em termos de preparação. Para manter essa vantagem, precisamos continuar jogando", argumentou Ricardo Gomes.O treinador quer pelo menos uma partida por mês até dezembro, começando já em agosto. Em setembro e novembro, quando a seleção principal jogará pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo - duas partidas seguidas em cada um desses meses -, ele acha possível jogar duas vezes. "Quanto mais a equipe jogar, mais o esquema ficará automatizado. Encontramos uma forma de jogar e deixamos isso claro principalmente nas partidas que fizemos em Miami, ao nível do mar. Se tivermos a chance de exercitar o que formamos aqui, chegaremos muito bem no Pré-Olímpico." Ricardo Gomes sabe que alguns de seus garotos serão chamados por Carlos Alberto Parreira para as Eliminatórias - ele aponta Kaká, Diego e Luisão como os que têm mais chance de integrar a equipe principal - e que também não poderá contar com os que atuam na Europa, mas não considera isso um problema. "Vou ter a chance de observar outros jogadores e isso me ajudará a criar opções para quando não pudermos contar com algum titular. Será importante ver como o time se comporta sem o Kaká, o Diego, o Robinho...", afirmou o treinador.O grupo que disputou a Copa Ouro está em vantagem na luta pelas vagas para o Pré-Olímpico, não apenas pelo que mostrou em campo como pelo bom ambiente que os jogadores formaram durante as três semanas em que esteve reunido. Mas ainda há chance para quem não esteve no México e nos Estados Unidos. Os atletas que irão ao Mundial Sub-20 estarão sendo observados por Ricardo Gomes - ele admitiu que alguns poderão jogar o Mundial, que começa no final de novembro, e depois emendar com o Pré-Olímpico. O treinador também conta com o atacante Adriano (Parma) e o meia Elano (Santos), que só não foi chamado para a Copa Ouro para não desfalcar ainda mais o time no Campeonato Brasileiro.Elano interessa a Ricardo Gomes por sua versatilidade, que o torna uma boa opção para a lateral-direita. O treinador considera essa a posição mais carente para formar a seleção olímpica.Ricardo Gomes espera poder reunir o grupo para o Pré-Olímpico no dia 17 de dezembro - o Campeonato Brasileiro acabará dia 14 -, em Teresópolis. A competição, que oferecerá duas vagas para a Olimpíada de Atenas, deverá começar em 8 de janeiro.

Agencia Estado,

27 de julho de 2003 | 19h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.