Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Ricardo Gomes pede título no Botafogo: 'Comemorar para nunca mais voltar'

O Botafogo tem mais uma chance de garantir o título da Série B nesta sexta-feira, quando enfrenta o ABC em Brasília. O principal objetivo, o acesso, já foi garantido, mas a ordem no clube é levantar o troféu da segunda divisão do Brasileirão, até para entrar embalado no ano que vem e afastar para sempre o pesadelo vivido em 2015.

Estadão Conteúdo

19 de novembro de 2015 | 13h29

"Temos que comemorar para nunca mais voltar. Esse é o meu diálogo. Temos que ganhar qualquer jogo quando vestimos a camisa do Botafogo, e agora estamos na Série B. Nosso discurso é esse, primeiro foi o acesso e agora é o título. Vamos comemorar e buscar uma maneira de nunca mais passar por isso", declarou o técnico Ricardo Gomes.

Será a segunda chance do Botafogo de garantir o título. Depois de garantir o acesso diante do Luverdense, desperdiçou a primeira no sábado, ao ser derrotado em casa pelo Santa Cruz. Ricardo Gomes não escondeu que o desempenho foi prejudicado pelo relaxamento após o retorno à Série A e pediu que isso não aconteça novamente nesta sexta.

"Não somos psicólogos, mas temos uma experiência que nos permite delinear a cabeça dos jogadores no dia a dia. O acesso foi festejado e, consequentemente, no jogo após... Se pegar a entrevista do Grafite no pós-jogo, vai ver que ele diz que o Botafogo estava relaxado após o acesso. Estamos nessa expectativa do título e estou muito confiante para que isso aconteça. Senão, será mais uma semana. É melhor resolver logo", comentou.

Sobre a escalação para encarar o ABC, o treinador preferiu fazer mistério e deixou no ar a dúvida sobre a escalação de Neilton. "O time está confirmado, mas não vou passar para vocês pelo hábito. Tivemos o primeiro treino do Neilton hoje e vou conversar com ele. Se me der o ''ok'', começa o jogo."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBotafogoRicardo Gomes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.