Marcio Fernandes/AE
Marcio Fernandes/AE

Ricardo Gomes prevê mudança de atitude no São Paulo

Técnico comemora vitória, mas quer novo esquema na equipe, assim como postura vencedora dos jogadores

27 de junho de 2009 | 19h18

Comedido em suas palavras, o técnico Ricardo Gomes comentou sobre a vitória do São Paulo por 2 a 0 diante do Náutico em sua estreia, neste sábado, em partida válida pela oitava rodada do Brasileirão. "Nada melhor do que estrear com uma vitória."

Veja também:

linkSão Paulo vence o Náutico na estreia do técnico Ricardo Gomes

especial Mercado: as transferências dos times

especial MASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especial Visite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela / tabela Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Para o novo treinador, a equipe tem de comemorar o fato de subir na tabela e deixa para trás o risco de entrar na zona de rebaixamento. "Vamos acabar a rodada numa posição muito melhor. A ideia é manter a equipe no nível esperado."

Ciente de que tem muito trabalho pela frente, Ricardo Gomes confessou que os quatro dias que treinou o time não foram os responsáveis pela vitória. "Eu não inventei nada para que o time vencesse. O que falta é confiança, e isso é algo que vamos trabalhar."

O MOTIVO

Um dos motivos pela queda de rendimento do São Paulo, para o novo técnico, é que os adversários já sabem como enfrentar a equipe. "É difícil se manter no topo. Todos conhecem como o São Paulo joga, e com o tempo teremos de mudar o esquema e criar nossas maneiras para vencer", comentou Ricardo Gomes, que deve adotar de vez o esquema 4-4-2.

Além de achar um novo esquema, Ricardo Gomes destacou para a mudança na mentalidade dos atletas. "Tudo é uma questão de confiança. Os jogadores precisam estar motivados", disse o técnico, que sabe como fazer isso. "É preciso acabar com as improvisações na equipe. Os jogadores querem o melhor para ele e para o grupo, e jogando de forma improvisada é impossível. Para exigir do jogador, temos que colocá-los em condições de jogar como sabem."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.