Ricardo Gomes promete ajustes na Sub-23

O segundo tempo apenas sofrível da Seleção sub-23 no amistoso de sábado, contra o Corinthians, soou como um alerta. Apesar da vitória por 2 a 0 e do bom desempenho da equipe no primeiro tempo, o técnico Ricardo Gomes concluiu que há a necessidade de alguns ajustes, principalmente quando a Seleção deixa de contar com a velocidade de Robinho e Marcinho. "O segundo tempo foi um sinal de que ainda precisamos trabalhar mais", disse o treinador, hoje, ainda em São José do Rio Preto, pouco antes do embarque para Santos. Ainda sem Diego, Kaká e Adriano (do Parma), este lesionado com gravidade e praticamente fora do pré-olímpico de janeiro, no Chile, o treinador deve promover mudanças no amistoso de terça-feira, contra o Santos, na Vila Belmiro. Ricardo Gomes ainda não revelou quais experiências pretende fazer, mas dificilmente ele deixará de testar novamente as opções que ele não conseguiu observar direito no final do amistoso contra o Corinthians: Wendell, Carlos Alberto, Nenê e Marcel. "Esses jogadores entraram numa situação difícil, num momento em que o Corinthians tinha se acertado no meio-de-campo e estava melhor na partida. Mas, no geral, o time precisa corrigir algumas falhas, principalmente quando atua de uma outra característica, com jogadores mais pesados". O técnico também não quis dizer se pretende poupar os três santista do grupo - Alex, Paulo Almeida e Robinho. Todos eles, no entanto, já disseram que estão prontos para enfrentar a sua equipe. "Nessa hora, a gente tem de ser profissional. Só espero que a torcida santista entenda se eu fizer um gol no meu time do coração", diz Robinho. Ricardo prevê dificuldades bem maiores contra o Santos, um time mais entrosado que o Corinthians. De outra parte, porém, a Seleção Brasileira não terá de enfrentar uma temperatura tão alta como em São José do Rio Preto, quando o termômetro chegou a bater os 40 graus. Além disso, contra o Santos o jogo será às 21h, na Vila Belmiro. "Não uso o fato como justificativa, mas acho até que muito daquela queda apresentada pela equipe em Rio Preto se deve ao calor", observa o técnico. A Seleção Brasileira deixa Rio Preto neste domingo, às 14h30. De Congonhas, segue para Santos. O time volta a treinar amanhã, às 16h, no estádio Rei Pelé. Depois do amistoso na Vila, terça, às 21h, o grupo será desfeito. A convocação dos 23 jogadores que disputarão o pré-olímpico, em janeiro, no Chile, será feita entre 15 a 20 de dezembro. A apresentação está marcada para o dia 26, na Granja Comary. O grupo fica reunido até o dia 30, quando os jogadores serão dispensados para passar o reveillon com a família. O embarque para o Chile será no dia 2 de janeiro de 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.