José Patrício/AE - 21/2/2010
José Patrício/AE - 21/2/2010

Ricardo Gomes segue sem previsão de alta hospitalar

Apesar da condição estável, técnico do São Paulo continuará com o tratamento clínico, longe do futebol

AE, Agencia Estado

23 de fevereiro de 2010 | 15h33

O técnico Ricardo Gomes ainda não sabe quando receberá alta hospitalar, apesar da sua condição ser estável, de acordo com o boletim médico divulgado pela diretoria médica do Hospital São Luiz nesta terça-feira. "Permanecerá hospitalizado para continuidade do tratamento clínico, sem data prevista de alta", afirma.

Veja também:

linkSão-paulinos apostam no sucesso de Milton Cruz

Ricardo Gomes está internado desde a noite de domingo, quando passou mal após a derrota do São Paulo por 2 a 0 para o Palmeiras, em partida válida pela décima rodada do Campeonato Paulista, disputada no Palestra Itália.

A situação do treinador é estável. "Hoje, após avaliação da equipe de neurocirurgia do Dr Luiz Alcides Manreza, encontra-se clinicamente estável, contactante, com sinais vitais preservados, exame neurológico normal e sem apresentar sequelas", explica.

O boletim médico também esclarece qual foi o problema enfrentado por Ricardo Gomes. "Definiu-se o diagnóstico como ruptura de vaso cerebral anômalo, com sangramento de pequena proporção", diz.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.