Santos FC
Santos FC

Ricardo Goulart admite dificuldade, mas festeja 1º gol no Santos: 'Espero dar sequência'

Com o tento, atleta garante a vitória alvinegra sobre o Ituano, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Paulista

Redação, Estadão Conteúdo

13 de fevereiro de 2022 | 18h56

Ricardo Goulart não teve atuação de gala, mas saiu por cima ao fazer o gol da vitória do Santos por 2 a 1 sobre o Ituano, neste domingo, na Vila Belmiro. O meia marcou o seu primeiro com a camisa alvinegra no dia em que o clube desencantou em seu estádio no Paulistão. Após o jogo, ele admitiu que a equipe vem tendo dificuldade, mas mostrou alívio com o triunfo.

"Hoje foi um jogo muito difícil. Foi apenas a minha quarta partida pelo Santos. Não temos tempo para trabalhar. O entrosamento e o ritmo de jogo vão acontecer no decorrer do campeonato. Nosso time está encontrando dificuldade, mas temos que seguir trabalhando para fazer bons jogos nas próximas partidas", falou o meia.

Com a vitória, o Santos alivia a pressão em cima do técnico Fábio Carille, que tem 47,7% de aproveitamento no comando do clube, com nove vitórias, dez empates e sete derrotas. Além do treinador, Ricardo Goulart parece ter tirado um peso das costas com o gol marcado neste domingo.

"Não tem jogo fácil no Paulistão, seja dentro ou fora de casa. A equipe lutou muito e conseguiu conquistar os três pontos. Estou feliz pelo gol e espero dar sequência ao longo da temporada", completou.

Apesar de ter feito o primeiro gol com a camisa do Santos, Ricardo Goulart encontrou muita dificuldade no primeiro tempo. É bem verdade que o meia foi um líder dentro de campo, mas ainda não mostrou ritmo de jogo e parece estar abaixo fisicamente. No entanto, mostrou ser peça importante para o clube na temporada.

Com a vitória, o Santos afunilou a briga pela classificação no Grupo D com Red Bull Bragantino, Santos e Santo André. O próximo desafio é diante do Mirassol, na quarta-feira, no estádio José Maria de Campos Maia, pela sétima rodada do Paulistão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.