Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Ricardo Goulart lamenta pênalti desperdiçado: 'Sempre treinei durante a semana'

Atacante palmeirense ainda elogiou goleiro Tiago Volpi por intervir na penalidade

Dani Arruda, especial para o Estado, Estadão Conteúdo

07 de abril de 2019 | 21h14

O meia-atacante Ricardo Goulart demonstrou abatimento após a eliminação do Palmeiras na semifinal do Campeonato Paulista para o São Paulo, nos pênaltis, neste domingo, no Allianz Parque. O jogador errou uma das cobranças do time alviverde, a terceira, defendida pelo goleiro Tiago Volpi. O outro pênalti foi desperdiçado pelo meio-campo Zé Rafael.

Goulart disse que cobrou a penalidade (canto direito baixo) onde treinou ao longo da semana, negou que tenha batido mal e elogiou a intervenção do são-paulino no lance.

"Todo pênalti bom é aquele que entrar. Sempre treinei durante a semana assim. Todos confiavam no meu pênalti. Mas também do outro lado tem um goleiro embaixo da trave. Ele foi muito bem e não fui feliz. Disputa por pênaltis sempre tem uma equipe que vai sair vitoriosa e infelizmente não foi o Palmeiras que se classificou para a final", afirmou o atleta.

Após o fim do jogo, parte da torcida do Palmeiras aplaudiu os jogadores pelo empenho. Outra parte protestou contra a eliminação e vaiou a equipe. "Ser eliminado dentro de casa não é legal. A gente fica triste pelo nosso torcedor. Mas não faltou empenho. Temos um grupo qualificado e vamos dar a volta por cima", projetou Ricardo Goulart.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.