Rafael Ribeiro/CBF - 01/09/2014
Rafael Ribeiro/CBF - 01/09/2014

Ricardo Goulart viaja para tirar visto e deverá fechar com chineses

Especula-se que o valor ofertado pelo Guangzhou Evergrande pode alcançar a cifra de 15 milhões de euros ou R$ 50 milhões

Estadão Conteúdo

12 de janeiro de 2015 | 18h42

Os chineses vieram com tudo para Belo Horizonte. Depois de Diego Tardelli receber uma proposta "irrecusável" para deixar o Atlético Mineiro, agora é o Cruzeiro quem corre sério risco de perder o seu artilheiro. Ricardo Goulart até já viajou para São Paulo para tirar visto e poder voar para a China, onde assinará com o Guangzhou Evergrande.

O Cruzeiro confirmou a oferta dos chineses e autorizou Goulart a acertar os detalhes do contrato. Nesta manhã, o jogador, que chegou no ano passado vindo do Goiás e foi uma das peças-chave do bicampeonato brasileiro, foi até liberado mais cedo do treino na Toca da Raposa para poder conversar com os chineses.

A diretoria mineira, porém, não revelou os valores envolvidos na negociação. Especula-se que o valor seja superior a 15 milhões de euros - mais de R$ 50 milhões, portanto. O Cruzeiro é dono de metade dos direitos econômicos do atacante e pode ir para o mercado com o bolso cheio para se reforçar.

Caso seja aprovado nos exames médicos, Goulart será parceiro de ataque do italiano Gillardino, treinado pelo campeão do mundo Fábio Cannavaro. Já o Cruzeiro vai perder seu terceiro titular. Egídio já foi embora para o Dnipro, da Ucrânia, enquanto Marcelo Moreno não teve o empréstimo renovado junto ao Grêmio. Samudio, Nilton, Dagoberto, Marlone e Borges também já deixaram o clube.
Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroRicardo Goulart

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.