Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Ricardo Oliveira descarta retrospecto bom contra a Ponte Preta e cobra dedicação

Santos enfrenta a Ponte Preta, sábado, às 16h

Estadao Conteudo

31 de março de 2017 | 18h58

O atacante Ricardo Oliveira, do Santos, perto de completar 37 anos, demonstrou muita motivação ao falar do jogo contra a Ponte Preta, neste sábado, às 16 horas, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP), válido pelas quartas de final do Campeonato Paulista. Por outro lado, o capitão da equipe santista - que viajou com o time nesta sexta-feira - revelou ter muito respeito pelo adversário, apesar do bom histórico contra a equipe campineira.

"Cada jogo é um jogo, uma história diferente. Eu não me apego a isso porque não tem peso. É legal falar sobre os números, sobre um retrospecto positivo sobre um determinado clube. Mas tenho em minha mente que é muito difícil fazer gol, seja contra qualquer adversário e por mais gols que já tenhamos marcado. Eu sei das dificuldades que teremos, principalmente por ser atacante. Mas minha motivação e ambição estarão no mais alto nível possível, porque sei que o time precisa de mim e é o que eu posso dar para o time. Com certeza me empenharei ao máximo para ajudar da melhor maneira possível", destacou o centroavante.

Ricardo Oliveira, prestes a entrar em campo pela 140.ª vez pelo Santos - já marcou 82 gols pelo time -, sinalizou que a equipe deverá ser ofensiva nesta primeira partida das quartas de final do Paulistão para construir uma vantagem e ter mais tranquilidade no confronto do próximo dia 10, no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

"Nossas expectativas são boas. O elenco conversou sobre isso e lembrou de que nunca desistimos do campeonato. Passamos por momentos de dificuldade no início da competição, debaixo de muita desconfiança. Mas sempre batalhamos para alcançar a classificação para o mata-mata e, agora, entramos nessa fase com força. Conhecemos o adversário e sabemos da dificuldade que será jogar no Moisés Lucarelli. Precisamos de muita dedicação. Vamos em busca de um resultado positivo. Entraremos em campo com essa mentalidade".

HISTÓRICO

O Santos venceu os dois últimos compromissos diante da Ponte Preta na casa do adversário. Pelo Estadual do ano passado, o time bateu o oponente por 2 a 0, com gols de Ricardo Oliveira e Gabriel. No Campeonato Brasileiro, o centroavante, mais uma vez, e o atacante colombiano Copete fizeram os gols da vitória por 2 a 1.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.