Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Ricardo Oliveira garante estar pronto para volta e vê excesso em cobranças

Atacante admite chateação por reclamações da torcida

O Estado de S.Paulo

24 Fevereiro 2017 | 17h30

O atacante Ricardo Oliveira é a principal esperança do Santos para encerrar o jejum de três jogos sem vitórias no Campeonato Paulista. Poupado no duelo da última terça-feira com o Ituano, que terminou empatado em 0 a 0, o centroavante retornará ao time neste sábado, diante do Botafogo de Ribeirão Preto, pela sexta rodada do torneio estadual.

Em entrevista coletiva no CT Rei Pelé, Ricardo Oliveira garantiu estar bem condicionado depois de ter uma semana livre para treinos. O centroavante também ressaltou que esse período para atividades estava programado previamente pela comissão técnica, pois ele perdeu boa parte da pré-temporada por causa de uma caxumba.

"Fiz alguns trabalhos específicos e estou muito bem. Fiquei fora desse jogo contra o Ituano porque já existia uma programação para jogar contra a Ferroviária e ficar fora depois", explicou, nesta sexta-feira, em entrevista coletiva.

O jejum de vitórias não só tirou o Santos da zona de classificação às quartas de final do Paulistão como deixou o time em crise, sob cobranças de torcedores. Um grupo deles inclusive se reuniu com a comissão técnica na última quinta-feira. Questionado sobre o assunto, Ricardo Oliveira não escondeu sua insatisfação com cobranças que ele considera excessivas.

"Aqui existe muita convicção. Nada vai tirar isso da nossa cabeça. A gente só fica chateado porque é o momento de ver o torcedor aplaudindo e gritando, porque é nas dificuldades que vemos quem de fato está do nosso lado. Na vitória é fácil", reclamou o artilheiro do Santos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.