Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Ricardo Oliveira prevê retranca do The Strongest na Vila Belmiro

Atacante espera encontrar dificuldades contra bolivianos

Estadão Conteúdo

15 de março de 2017 | 17h34

Ansioso por voltar a jogar na Vila Belmiro pela Copa Libertadores, o atacante Ricardo Oliveira fez um alerta ao time nesta quarta-feira, véspera da partida contra o The Strongest, pela segunda rodada do Grupo 2. O atacante disse que os três pontos em casa são essenciais ao time na busca pela classificação e alertou sobre a possível retranca do rival boliviano.

"Sabemos que um ponto fora de casa é muito importante, como o que conseguimos lá no Peru. Acredito que o The Strongest vem pensando nisso. Devem jogar fechados. Me surpreenderia muito se eles viessem com uma proposta ofensiva, marcando a gente lá em cima. Temos que saber jogar e ser pacientes", previu o atacante.

Será o segundo jogo do Santos na competição. Na estreia, o time paulista empatou com o Sporting Cristal, por 1 a 1, fora de casa. Nesta quarta, o Santos jogará pela primeira vez em casa nesta edição da Libertadores. E os jogadores já expressam certa ansiedade.

"Queremos sentir novamente a atmosfera da Vila Belmiro em uma Libertadores. A última vez que joguei vestindo a camisa do Santos [na competição] foi em 2003. Faz muito tempo. Queria ter essa sensação novamente. Agora chegou o momento de vestir o uniforme e ir para dentro do nosso campo. Quero voltar a ver a torcida em um ambiente único. A Vila é diferente na Libertadores", comentou Ricardo Oliveira.

O atacante quer aproveitar a ocasião para desencantar neste ano. Com apenas três jogos na temporada até agora, ele ainda não balançou as redes em 2017. Mas minimiza o jejum de gols.

"Sempre fui um cara muito perseverante naquilo que eu propus a fazer. E na minha profissão requer isso, nunca desistir. Faz parte acontecer alguns imprevistos, mas o importante é que ocasiões de gols estão sendo criadas. Fiz dois gols legais este ano e eles foram anulados. Estou participando de jogadas importantes dentro do nosso coletivo. Tenho certeza que vai acontecer na hora certa. Espero que seja nesta quinta", declarou.

Neste ano, o atacante só defendeu o Santos nas partidas contra Ferroviária e Botafogo, pelo Campeonato Paulista, e Sporting Cristal, pela Libertadores. Ricardo Oliveira vem sendo poupado em alguns jogos neste início de ano porque perdeu parte da pré-temporada, por ter contraído caxumba, e demorou mais que os companheiros para apresentar condição física mais favorável.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.