Ricardo Oliveira quer brigar por artilharia

O atacante brasileiro, Ricardo Oliveira, inicia seus treinamentos com a equipe do Valência com um recado: quer ser artilheiro do Campeonato Espanhol, a frente de Ronaldo, do Real Madrid, e Ronaldinho, do Barcelona. "Vim para fazer gols e brigar pela artilharia do espanhol. Sei que o campeonato tem grandes atacantes, mas espero me adaptar o mais rápido possível", afirmou o jogador. O Valência esteve, até hoje, na cidade suíça de Nyonpara ralizando a pré-temporada e Ricardo Oliveira, recém contratado, foi escalado para participar dos primeiros treinos táticos. "O Campeonato Espanhol tem os melhores jogadores do mundo, é veloz, mas acho que vou me adaptar bem", disse. Um dos fatores que empolgou Ricardo Oliveira foi o fato de ter atuado, nos treinos, ao lado de Aimar, meio-campista argentino e considerado o cérebro da equipe. Segundo o jogador, o argentino tem características bastante parecidas às de Diego, seu ex-companheiro do Santos. Mas na quinta-feira, em seu primeiro dia no clube, Ricardo Oliveira teve contato com as primeiras exigências da direção. A comissão técnica da equipe espanhola não vê com bons olhos o fato de o jogador deixar o time para se casar, no final deste mês em São Paulo. O campeonato espanhol começa no dia 30 de agosto e o técnico alertou que Ricardo Oliveira deveria permanecer na equipe para se adaptar ao clube. Antes de sair do Brasil, porém, o atacante havia agendado seu casamento para o dia 23 de agosto. "Vamos ver como solucionaremos isso", explicou um assessor da equipe. O atacante não deixou também de criticar o comportamento dos dirigentes da Portuguesa, que ainda dizem ter os direitos federativos do jogador."Mágoa da Portuguesa não tenho, pois foi lá que tive a primeira oportunidade no futebol. Mas acho que (os dirigentes) viram que perderam um grande jogador e não deram o valor quando eu estive lá", completou o jogador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.