Daniel Teobaldo
Daniel Teobaldo

Ricardo Oliveira quer 'pés no chão' por objetivo no Brasileiro

Artilheiro afirma que 'não existe empolgação' na equipe

O Estado de S. Paulo

30 Agosto 2015 | 21h52

Um dos jogadores mais experientes do elenco do Santos, o atacante Ricardo Oliveira pregou pés no chão após a vitória contra o Cruzeiro no Campeonato Brasileiro. Artilheiro do torneio, com 12 gols marcados, o autor do golaço que deu ao time mais três pontos destacou que ainda nenhum dos objetivos do Alvinegro foram alcançados.

"Sabemos que estamos conseguindo os objetivos, indo jogo a jogo. O principal era se distanciar do grupo lá de baixo, que estávamos muito próximos, e estamos conseguindo chegar no grupo lá de cima. Não existe empolgação. Estamos próximos dos objetivos que traçamos mas ainda não alcançamos", afirmou o centroavante.

Hoje o Santos está na 9ª posição do Campeonato Brasileiro, apenas quatro pontos de entrar na zona de classificação para a Libertadores de América. A primeira equipe no G-4, o Palmeiras, tem 31 pontos contra 30 do time da Vila Belmiro. 

Segundo Ricardo Oliveira, o ponto de virada da equipe foi justamente no jogo contra o Figueirense (vitória por 3 a 0, na 13ª rodada). De lá para cá apenas uma derrota, no clássico contra o Palmeiras. 

"Acho que o segredo é a mudança de mentalidade. O reconhecimento que estávamos muito abaixo do esperado. O Dorival chegou e implantou sua forma de jogo, Houve o reconhecimento individual que estávamos perdendo prestígio, por tudo aquilo que mostramos no Paulista", disse. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.