Ricardo Teixeira começa 6.º mandato como presidente da CBF

Este será o sexto mandato do atual presidente da entidade, que deve ficar no cargo até 2015

13 de fevereiro de 2008 | 19h06

O presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, tomou posse nesta quarta-feira para comandar a entidade pela sexta vez consecutiva. Em Assembléia Geral realizada num hotel da Barra da Tijuca, no Rio, o dirigente recebeu o apoio dos presidentes de federações estaduais e de vários clubes da Série A do Campeonato Brasileiro.Ele tinha sido eleito em 16 de julho de 2007, para o mandato iniciado nesta quarta e com término previsto para 2015. Teixeira preside a entidade desde 1989.A candidatura do Brasil à Copa de 2014 lhe abriu mais ainda as portas para continuar dirigindo a CBF. Ele exaltou o fato e fez elogios à estrutura do futebol do País, citando como exemplo de êxito o atual modelo do Campeonato Brasileiro. Ao falar do caos aéreo que provocou transtornos em quase todo o País nos últimos dois anos, Teixeira afirmou que o futebol brasileiro foi o único segmento não afetado pela crise. "Naquele episódio, o futebol brasileiro deu uma prova da sua extrema organização. Apesar da situação crítica, em que muitas pessoas não conseguiram viajar, não houve uma só partida do Campeonato Brasileiro nas três Séries que começasse atrasada ou deixasse de ser realizada."

Tudo o que sabemos sobre:
CBFRicardo TeixeiraCopa 2014

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.