Arquivo/AE
Arquivo/AE

Ricardo Teixeira tira licença da Fifa e do COL

Blatter fez anúncio neste sábado que dirigente vai se afastar

AE, Agência Estado

17 de dezembro de 2011 | 09h22

YOKOHAMA - O presidente de Fifa, Joseph Blatter, anunciou neste sábado que o presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Ricardo Teixeira, oficializou um pedido de licença e vai se afastar da Fifa e da presidência do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo de 2014, no Brasil. De acordo com Blatter, a licença, inicialmente, vai até o final de janeiro de 2012.

"O senhor Teixeira pediu uma licença até o fim de janeiro. Até lá ele está fora da Fifa e fora do comitê organizador. Em janeiro nós vamos voltar a este assunto", se resumiu a explicar o presidente da Fifa, que concedeu entrevista coletiva ao fim da última reunião do Comitê Executivo da Fifa no ano.

Durante o evento, o secretário geral da Fifa, Jerome Valcke, também falou. E, como de costume, criticou o andamento da Copa do Mundo de 2014. "Estamos preocupados que ainda não recebemos a confirmação do projeto de lei geral da Copa do Mundo. No entanto, há uma reunião na Câmara na próxima semana que deve aprovar o projeto de lei que acordamos em 2007 com o governo brasileiro", garantiu.

Valcke também reclamou da demora nas obras, mas elogiou a troca de comando no Ministério dos Esportes. "Não há dúvida de que o Brasil não está num estágio muito avançado, embora nas cidades sede as coisas estejam funcionando muito bem. Ainda existem problemas com os aeroportos e estradas e não há muito transporte público, mas devo dizer que estamos muito felizes com o novo ministro dos Esportes do país e com seu apoio à Copa do Mundo", disse, elogiando Aldo Rebelo, que assumiu a pasta no lugar de Orlando Silva.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.