Richarlyson decide encerrar a carreira após erro de arbitragem

Lateral deixa o gramado indignado com o juiz Elmo Resende Cunha, que deixou de marcar um pênalti para o Vitória contra o Flamengo

O Estado de S. Paulo

30 de novembro de 2014 | 02h53

O lateral Richarlyson colocou ponto final à carreira na noite deste sábado. A decisão foi tomada após um suposto erro de arbitragem ocorrido durante a partida Flamengo e Vitória, em Manaus, válido pela 37.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O jogador deixou o gramado da Arena da Amazônia indignado com o juiz Elmo Alves Resende Cunha.

"A gente foi coerente em todas as reclamações. Eu particularmente encerro minha carreira aqui. A gente veio para brigar e ver o que o senhor Elmo fez hoje", disse o atleta de 31 anos.

No segundo tempo, quando o placar apontava 1 a 0 para o time carioca. o centroavante Dinei foi derrubado na área por Anderson Pico, mas o pênalti não foi assinalado. No lance seguinte, Elton marcou o segundo gol rubro-negro. A partida terminou 4 a 0.

"Era o jogo da nossa vida, o que esse cara fez hoje aqui, que Deus abençoe a vida dele. Que o Vitória siga seus passos. O que o Sr. Elmo fez aqui não vale nada.  A torcida não merece isso", ressaltou Richarlyson.

O resultado deste domingo deixou o Vitória em situação complicada no Brasileirão. Com 38 pontos, o time ocupa a 17.ª posição na tabela. O Palmeiras, primeiro time fora da zona de rebaixamento, soma 39 pontos. Na próxima rodada, o time baiano enfrenta o Santos em Salvador. A equipe alviverde, por sua vez, recebe o Atlético-PR em São Paulo.

"O futebol foi muito grato por onde passei. Não vou deixar que árbitros como esse façam isso com minha carreira. Não vou mais passar por isso. Encerro contra o Santos. Passar a vergonha que passei hoje, sem poder fazer nada porque o poder está nas mãos dele. Minha última partida vai ser no Barradão", ressaltou o lateral.

Richarlyson completará 32 anos no próximo dia 27. Na melhor fase da carreira, em 2008, chegou à seleção brasileira. O jogador foi tricampeão brasileiro com o São Paulo em 2006, 2007 e 2008). Ele também esteve presente no time campeão mundial, em dezembro de 2005. Após deixar o time paulista, em 2010, acertou com o Atlético-MG. Lá, conquistou o Campeonato Mineiro duas vezes - em 2012 e 2013 -, além da Libertadores. O lateral chegou ao Vitória em junho deste ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.