Richarlyson mais longe do Palmeiras

O Santo André pode até liberar o meia Richarlyson para o Palmeiras, mas não sem compensação financeira. Nesta quinta-feira, o clube do ABC soltou um comunicado de repúdio à atitude do jogador de tentar desvincular-se por meio de uma ação trabalhista, alegando o não pagamento de FGTS e salários, além de outras pendências financeiras enquanto esteve emprestado para outras equipes.Segundo o comunicado do Santo André, as pendências são referentes a um contrato já rescindido e não o atual. O problema é que o Palmeiras espera a liberação de Richarlyson na Justiça para acertar sua contratação.Enquanto espera Richarlyson e sonha com Vágner Love, o Palmeiras não vai desistir da contratação de outros reforços. O próximo objetivo é Márcio Mossoró, do Paulista, de Jundiaí. Segundo uma fonte ligada ao presidente Affonso Della Monica, o clube estaria disposto a pagar até US$ 1 milhão pelo meia-atacante. Em relação ao interesse por Anderson Polga, zagueiro do Sporting de Lisboa, o Palmeiras pode esquecer. Nesta quinta-feira, o empresário do jogador, Gilmar Veloz, disse que até agora não recebeu nenhuma proposta e nem foi procurado por qualquer dirigente palmeirense. E, se for, vai dizer que seu jogador não tem o menor interesse em retornar ao Brasil agora. ?O Anderson está bem em Portugal. Tem mais um ano de contrato com o Sporting e não pensa em voltar ao País no momento?, revelou o empresário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.