Vitor Silva/SSpress/Botafogo
Vitor Silva/SSpress/Botafogo

Rickson celebra estreia pelo profissional do Botafogo: 'Emoção grande'

Há dez anos no clube, meio-campista entra em campo na partida contra o Boavista

Redação, Estadão Conteúdo

04 de fevereiro de 2019 | 17h47

Como o Botafogo estava eliminado precocemente da Taça Guanabara, a vitória sobre o Boavista, por 3 a 0, no Estádio Elcyr Resende, em Bacaxá, domingo, teve pouca representatividade para o time. Mas acabou sendo marcante para o meio-campista Rickson.

Há dez anos no clube, Rickson subiu para o elenco profissional no começo de 2019, ao lado de Diego, Jonathan, Wenderson e Igor Cássio. Emocionado, o meio-campista atuou como lateral-direito no domingo, comentou seu desempenho na primeira partida como profissional.

"Estou vivendo uma emoção muito grande. É algo diferente, olhar para trás e lembrar de tudo o que vivi até chegar nesse momento. Cheguei ainda criança aqui e tinha o sonho de jogar profissionalmente pelo Botafogo. Esperei por essa oportunidade e trabalhei muito para conseguir. É isso que vou continuar fazendo para crescer ainda mais e honrar essa camisa. Agradeço a todos que participaram da minha formação", disse o jogador, de 20 anos.

Polivalente, Rickson ganha a confiança do técnico Zé Ricardo. "O professor vem conversando comigo e me ensinando muito desde o ano passado. Temos trabalhado bastante essa variação de posição e sei que ainda tenho muito o que evoluir, mas estarei sempre disposto e preparado para ajudar o Botafogo. O mais importante é estarmos focados para conquistarmos os nossos objetivos na temporada."

O Botafogo estreia na Copa Sul-Americana na quarta-feira, às 21h30, no Engenhão, diante do Defensa Y Justicia, da Argentina.

 

 

Mais conteúdo sobre:
BotafogofutebolRickson

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.