Rijkaard evita falar sobre situação de Ronaldinho no Barcelona

Técnico diz que vive sob constante pressão na equipe catalã, e que Ronaldinho não pediu para deixar o time

01 de janeiro de 2008 | 18h15

Após o treinamento da equipe para a partida diante do Alcoyano, pela Copa do Rei, o técnico do Barcelona, Frank Rijkaard, deixou claro que vive sob pressão na equipe catalã. "Sempre vivo sob pressão, aqui [Barcelona]. Eu já estou acostumado", disse o treinador, que, após a derrota do Barcelona por 1 a 0 para o rival Real Madrid, teve sua demissão cogitada pela imprensa espanhola. Já sobre sua relação com Ronaldinho Gaúcho, Rijkaard não quis entrar em detalhes, e apenas falou que, até o momento, o jogador não manifestou seu desejo em deixar o Barcelona. "Ninguém me falou que o Ronaldinho quer ir embora." Apesar da declaração de Rijkaard, a imprensa européia acredita na saída do brasileiro, possivelmente para o Chelsea, da Inglaterra, ou Milan, da Itália.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.