Luis Robayo/AFP
Luis Robayo/AFP

Rincón passa por cirurgia de 3 horas depois de constatação de traumatismo craniano: estado é grave

Quarto boletim médico diz que atleta continua em estado crítico e que seu prognóstico não teve variações

Redação, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2022 | 09h26
Atualizado 14 de abril de 2022 | 08h37

O ex-jogador Freddy Rincón, ídolo do Corinthians na década de 1990 e início dos anos 2000, continua internado em estado crítico após sofrer um grave acidente de carro na madrugada desta segunda-feira, dia 11. Ele corre risco de morte. Uma nova atualização sobre a situação do atleta colombiano de 55 anos foi divulgada na tarde desta terça-feira, dia 12, pela Clínica Imbanaco, onde ele está internado em Cali. 

"Após a cirurgia por trauma cranoencefálico severo, é prudente acompanhar a evolução do paciente, por isso o corpo médico decidiu realizar alguns estudos adicionais em seu cérebro para determinar os passos a seguir. No momento o paciente continua com medidas avançadas de suporte e seu prognóstico não mudou.", informou a Clínica Imbanaco. 

Rincón foi submetido a uma cirurgia de duas horas e 45 minutos após os médicos constatarem um traumatismo craniano. Depois da operação, ele foi encaminhado para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital. Um novo boletim médico sobre o paciente deve ser divulgado nesta quarta-feira. Os médicos indicam as 72 horas como as mais críticas para o ex-jogador. 

De acordo com a imprensa colombiana, Rincón estava em um carro que se chocou violentamente contra um ônibus, na cidade de Cali, na Colômbia. Imagens divulgadas nas redes sociais mostraram ambos os veículos bastante danificados após a colisão. A imprensa local também divulgou um vídeo de câmeras de segurança flagrando o automóvel ultrapassando o sinal vermelho antes de bater no ônibus. Era madrugada e as ruas estavam vazias. 

Ainda de acordo com os jornais locais, ainda não é possível saber se Rincón era o condutor do veículo, bem como não se pode confirmar a ingestão de bebidas alcoólicas. Outras três pessoas ficaram feridas no acidente, incluindo o motorista do ônibus, que está fora de perigo, e outras duas pessoas que estavam no carro do ex-jogador. 

Rincón é conhecido como um dos grandes jogadores da história do futebol colombiano, com três Copas do Mundo no currículo. No Brasil, foi campeão mundial pelo Corinthians, em 2000, além de ter conquistado duas vezes o Campeonato Brasileiro e um Estadual com a camisa alvinegra. Também acumula passagens por Palmeiras, Real Madrid, Santos e Cruzeiro. 

Atualmente, ele trabalha como comentarista esportivo na Colômbia. Ele ganhou notoriedade mundial ao marcar o gol contra Alemanha na Copa da Itália, em 1990, que classificou a seleção colombiana pela primeira vez na história às oitavas de um Mundial. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.