Rincón pode voltar à Vila Belmiro

O Santos teve uma segunda-feira agitada. Pela manhã, houve a apresentação do técnico Emerson Leão, que substitui Celso Roth, o anúncio da contratação do atacante Alberto, do Rio Branco de Americana, a dispensa do meia Esquerdinha e a revelação do interesse por Jackson, que atuou pelo Etti Jundiaí. À tarde, os jogadores se reapresentaram, depois de 30 dias de férias forçadas e Leão teve o primeiro contato com o grupo. Com a chegada do novo treinador, a diretoria começa a montar a equipe para o Brasileiro. Uma surpresa poderá ser o retorno de Rincón ao time, mesmo depois de toda a polêmica ocorrida quando deixou o clube. Os dirigentes negam o interesse, mas admitem que sempre conversam com o atleta. "O Santos necessita de um jogador experiente, mas Rincón não é a prioridade", disse o diretor de Futebol, Francisco Lopes, que revelou estar em contato com o volante. "Estamos sempre conversando sobre várias questões e não há nada de concreto sobre sua volta." Leão não tem restrições ao colombiano. Já em relação a Romário, o desmentido é imediato. Surgiu a notícia de que o presidente da Federação Paulista da Futebol, Eduardo José Farah, quer ver Romário jogando no futebol paulista e poderia oferecê-lo ao Santos, sem custo. O presidente Marcelo Teixeira nega qualquer fundamento nessa informação. "Não sei de onde surgiu essa notícia." Já Leão revelou que nunca ouviu de Farah, que é seu sócio numa fazenda, qualquer comentário nesse sentido. "Ele não me falou nada a esse respeito, mas se o presidente da Federação ou do clube ou ainda o de alguma alguma empresa oferecer um grande nome, incluso o Romário, será bem vindo." Leão lembrou que trabalhou com Romário quando esteve dirigindo a seleção e, mais tarde, o jogador indicou seu nome para dirigir o Vasco, o que acabou não dando certo. "Ele trabalhou comigo na seleção, foi muito bem e não tenho nada a reclamar." E o treinador concluiu com humor. "Se não conseguirem o Romário pelo custo muito elevado, podemos trocar por dois, sem problema algum." Junto com Leão, assumiu Pedrinho Santilli, seu auxiliar e preparador de goleiro. A diretoria informa que os demais membros da comissão técnica serão mantidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.