Rio Branco-AC vai ao STJD contra o Internacional

O Rio Branco-AC revelou nesta quarta-feira que vai entrar com uma ação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para tentar reverter o placar da partida contra o Internacional, vencida pelo time gaúcho por 2 a 0, no dia 3 de abril, válida pela primeira fase da Copa do Brasil.

AE, Agência Estado

17 de abril de 2013 | 14h42

O time acreano contesta a escalação do goleiro Muriel. Na visão do clube do norte do País, o goleiro não poderia ter atuado na Arena da Floresta porque deveria cumprir a suspensão automática relativa à expulsão dele na última partida do Campeonato Brasileiro do ano passado, um clássico contra o Grêmio.

Já a diretoria colorada acredita que a escalação de Muriel é legal. No entender dos gaúchos, a punição só deve ser cumprida na próxima partida de torneios da CBF quando é originária de uma suspensão aplicada pelo STJD, como é o caso de Leandro Damião, também expulso no Gre-Nal e punido com suspensão. Por isso, não enfrentou o Rio Branco-AC.

Segundo os gaúchos, Muriel só tem que cumprir a suspensão automática na estreia da equipe no Campeonato Brasileiro. A reclamação acreana é a mesma que faz o CSA, de Alagoas, quanto à escalação de Tinga, do Cruzeiro, em outra partida da primeira fase da Copa do Brasil.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolInterCopa do Brasil

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.