Rio Branco contra 8.ª derrota seguida

O Rio Branco tenta quebrar a incrível marca de sete derrotas consecutivas e não vê a hora de voltar a vencer no Campeonato Paulista. Mas para atingir este objetivo, terá uma difícil missão, já que enfrenta, neste domingo, às 16 horas, no Estádio Décio Vitta, o Mogi Mirim, o time sensação da temporada, que está na terceira posição, com 25 pontos.O time de Americana é apenas o 16º colocado, com 10 pontos e não sabe o que é vencer desde o dia 5 de fevereiro, quando bateu o São Caetano, por 3 a 2, em Americana. Além de tentar espantar a maré de azar, o Rio Branco precisa dos três pontos, já que está colado na zona de rebaixamento. A situação é tão crítica, que o time tem o mesmo número de pontos que a Portuguesa e o União Barbarense, que seriam rebaixados se a competição acabasse agora.O técnico Zé Teodoro tem dúvidas no ataque entre Gil Bala e Cristiano. "Temos algumas possibilidades no ataque, mas ainda não definimos nada", esquivou-se o treinador. Existe a possibilidade do time ser formado no 4-3-3. Caso isto aconteça, um volante será sacrificado, no entanto, as chances disso acontecer são pequenas.O Mogi busca se recuperar da derrota por 3 a 0 para o América. O técnico José Carlos Serrão deve barrar o zagueiro Marcelo Miguel. O atacante Fábio Costa segue de fora, com hérnia de disco. O técnico terá dois reforços à disposição: Gabriel e Alexandre, que voltam de contusão. Durante a semana, Serrão se reuniu com os jogadores, preocupado com o famoso salto alto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.