Rio Branco e Sertãozinho empatam e seguem ameaçados

Em meio à briga contra o rebaixamento, Rio Branco e Sertãozinho empataram por 2 a 2, neste domingo à tarde, no Estádio Décio Vitta, em Americana, pela 15.ª rodada do Campeonato Paulista. Com o resultado, os dois times continuam entre os últimos quatro colocados, que caem para a Série A-2.O Rio Branco é penúltimo colocado, com 10 pontos, um a menos do que o Sertãozinho, que também está na zona de rebaixamento.Jogando em casa, o Rio Branco adiantou seu time, pressionando o visitante. E teve a sorte de abrir o placar logo aos quatro minutos. O meia Rafael Chorão cobrou falta, a defesa falhou e o zagueiro Marcelo Heleno apareceu sozinho para cabecear: 1 a 0.O gol sofrido, porém, não desanimou o Sertãozinho. E o empate não demorou, saindo aos 18 minutos, numa bela jogada individual de Alex Terra. Ele passou por três adversários e desviou na saída do goleiro Eder. Aos 26 minutos, Leandro Carvalho fez boa jogada pelo lado direito e deixou Heraldo livre para escolher o canto e marcar o segundo gol do Rio Branco. Mas o Sertãozinho voltou a empatar ainda no primeiro tempo. Aos 41, o goleiro Éder não cortou o cruzamento e a bola sobrou para o chute de Márcio Mixirica.No segundo tempo, o técnico Barbieri mudou o esquema tático do Sertãozinho, ao tirar o zagueiro Diguinho para a entrada do meia Dic. O time ganhou força, criou boas chances e poderia até ter vencido não fosse a grande atuação do goleiro Éder, que segurou o empate para o Rio Branco. Na quarta-feira, o Rio Branco enfrenta o São Paulo, no Morumbi, enquanto o Sertãozinho vai receber o Noroeste.RIO BRANCO 2 x 2 SERTÃOZINHORio Branco - Éder; Adriano Sella (Rodrigo Batata), Paulão, Marcelo Heleno e Vainer; Leonel (Mateus), Josias, Rodrigo Pontes e Rafael Chorão; Leandro Love e Heraldo (Bachim). Técnico: Ruy Scarpino.Sertãozinho - André Zandoná; Erivelton, Diguinho (Dic) e Éder Gaúcho; Ricardo Lopes, Leandro Carvalho (Mateus), Ceará, Paulo Santos e Rondinelli; Alex Terra e Márcio Mixirica (Robinho). Técnico: Luís Carlos Barbieri.Gols - Marcelo Heleno, aos 4, Alex Terra, aos 18, Heraldo, aos 24, e Márcio Mixirica, aos 41 minutos do primeiro tempo. Árbitro - Cléber Wellington Abade. Cartões amarelos - Heraldo, Josias, Vainer, Alex Terra, Erivelton e Dic. Renda - R$ 6.232,00. Público - 592 pagantes. Local - Estádio Décio Vitta, em Americana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.