Rio Branco rescinde com zagueiro acusado de filmar adolescente em supermercado

Revelado pelo São Paulo, Luiz Paulo foi contratado no início do ano

Estadão Conteúdo

21 de julho de 2015 | 17h18

Um dos principais reforços do Rio Branco-SP para a temporada 2015, o zagueiro Luiz Paulo, de 24 anos, revelado pelo São Paulo, foi detido acusado de fazer uma filmagem por baixo da saia de uma adolescente de 15 anos. Temendo sujar a imagem do clube, a direção do clube de Americana decidiu pela rescisão contratual do defensor na manhã desta terça-feira.

Segundo relato da vítima e de sua mãe, Luiz Paulo teria feito o uso do celular para conseguir imagens da adolescente enquanto ambas faziam compras em um supermercado do bairro São Domingos. A prima da vítima flagrou a cena e de imediato cobrou Luiz Paulo sobre sua ação, mas ele negou ter feito qualquer filmagem.

O zagueiro foi encaminhado pela Polícia Militar até a Central de Polícia Judiciária (CPJ) para maiores esclarecimentos e depois foi liberado.

Luiz Paulo era uma das principais contratações do Rio Branco na temporada. Ele foi campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior de 2010 pelo São Paulo e subiu aos profissionais como grande promessa. Mas não vingou e não tem mais vínculo com o clube do Morumbi. Depois defendeu Vitória-BA, Mirassol e Oeste.

OUTRO LADO

Por meio de nota oficial, o Rio Branco comunicou que Luiz Paulo nega ter cometido o crime e todas as assistências jurídicas estão sendo conduzidas com o auxílio do clube. Ele, porém, não tem mais vínculo contratual com o time por decisão da diretoria.

O Rio Branco participou do Paulista da Série A2 no primeiro semestre e agora disputa a Copa Paulista, que vai dar vaga ao campeão na Copa do Brasil. Estreou no último sábado, com um empate por 1 a 1 com o União Barbarense, seu maior rival.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.