Rio Branco: termina novela Silas

O Rio Branco finalmente vai voltar a contar com o meia Silas. Depois de 60 dias de suspensão, o jogador foi finalmente liberado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para retornar aos gramados. O último jogo do meia foi no dia 24 de fevereiro, no empate por 2 a 2 contra o Botafogo.Silas, inclusive, será uma das armas do técnico Zé Teodoro para o jogo diante da Internacional de Limeira, no domingo, em Americana. "Não vejo a hora de ajudar o Rio Branco a se classificar", garantiu o meia. "Estamos bem perto da classificação e não podemos bobear", avisou.A pena do jogador terminou no sábado passado, mas a diretoria, por excesso de precaução, resolveu não usar o jogador diante da Portuguesa Santista, já que não havia confirmação oficial nem da Federação Paulista de Futebol e nem da CBF.Na quinta-feira, porém, o Superior Tribunal de Justiça Desportiva ratificou a suspensão de 60 dias e Silas finalmente pôde respirar aliviado.O meia foi suspenso depois de ser acusado de agredir o árbitro Wilson de Souza Mendonça, quando ainda defendia o Atlético-PR. A partida, disputada contra o Goiás, era válida pela Copa João Havelange e ocorreu no ano passado.Depois do treino, inclusive, Silas e o zagueiro Júlio César comandaram uma reunião no vestiário, presenciada apenas pelos outros jogadores. "Isso acontece com freqüência e serve para que eles se cobrem e conscientizem-se do atual momento que a equipe atravessa", explicou Zé Teodoro.A novidade pode ser a saída de Maxsandro da zaga. Ele foi substituído por Vaguinho durante o último treino, mas o técnico fez mistério sobre uma possível alteração. O meio-campista Jéfferson também retorna, depois de cumprir suspensão. O Rio Branco é o vice-líder do Campeonato Paulista ao lado da Ponte Preta.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.