Rio Branco vence nos pênaltis e vai à final da Copa São Paulo

Time de Americana garante vaga na decisão do torneio de juniores com dois erros dos gaúchos na disputa

Agência Estado

22 de janeiro de 2008 | 18h34

O Rio Branco está na final da Copa São Paulo de Juniores. Nesta terça-feira à tarde, no Estádio Nicolau Alayon, em São Paulo, bateu o Internacional nos pênaltis por 4 a 2, após empate por 1 a 1 no tempo normal e com isso vai pela primeira vez na história disputar a decisão do título do torneio. Seu adversário da final será conhecido nesta quarta-feira, quando Figueirense e São Paulo se enfrentam. A partida final será na sexta-feira, dia 25, aniversário da cidade de São Paulo, no Morumbi. O Internacional iniciou a partida com mais volume de jogo, mas pouco conseguia produzir ofensivamente. O Rio Branco, ao contrário, quase não chegava ao ataque, mas quando se lançava ofensivamente, levava perigo. E no contra-ataque a equipe paulista abriu o marcador. Aos 24 minutos, Bruno recebeu toque da direita e bateu cruzado, sem chances para o goleiro Agenor. Na seqüência do primeiro tempo, o zagueiro Bregalda ainda foi expulso, deixando a situação do time colorado ainda mais complicada. Apesar de estar com um jogador a menos, o Inter voltou para o segundo tempo no ataque e não demorou a chegar ao empate. Valter recebeu dentro da área, se livrou de seu marcador e bateu de perna esquerda, aos 15 minutos. A partida seguiu equilibrada e o Rio Branco ainda teve um jogador expulso. Apesar da boa movimentação, o placar não foi alterado e a decisão teve que ser nos pênaltis. Nas cobranças, Pedro chutou para fora e Rafael Foster no travessão. O Rio Branco não bobeou e marcou as quatro primeiras cobranças com Felipe, Dênis, Danilo e Tauã. Para o Inter marcaram o goleiro Agenor e Natan, com Rafael Foster e Pedro desperdiçando.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.