Rio Branco vence Palmeiras e respira

Um Palmeiras desmotivado, desfalcado e sem qualidade deu mais um vexame neste domingo, em Americana (SP), e caiu por 3 a 0 face ao Rio Branco, que vinha na zona de rebaixamento e conseguiu algum fôlego, mas segue ameaçado de descenso. Sem nenhum interesse no Campeonato Paulista, o Palmeiras dizia querer usar o jogo para treinar e testar alguns reservas. Em campo, apenas correu atrás da equipe da casa - mas sem grande empenho - e sofreu três gols do atacante Jales.Cinco reservas palmeirenses perderam boa chance de mostrar serviço. Os atacantes Warley e Adriano Chuva, que substituíram os contundidos Osmar e Ricardinho, foram péssimos e praticamente não ameaçaram o goleiro adversário. Deixaram claro que o técnico Candinho tem razão ao pedir reforços e não fizeram por merecer sequer uma vaga no banco de reservas.Com a falta de poderio ofensivo do Palestra Itália, quem brilhou foi Jales, que não havia marcado nenhum gol com a camisa do Rio Branco e aproveitou para fazer logo três: dois no primeiro tempo e um no segundo. A zaga do Palmeiras, desfalcada apenas do titular Gláuber, suspenso, foi lenta e deu enorme espaço ao time de Americana. Se o intuito do time era treinar para a Libertadores, o torcedor palmeirense pode ficar preocupado.No meio-campo, com a ausência de Magrão e Pedrinho, outros quatro não foram bem. Marcinho e Alceu, cujo papel era de marcação, permitiram contra-ataques e bons lances dos meias rivais, enquanto Claudecir e Diego Souza não municiaram o ataque. Na segunda etapa, Candinho tentou Cristian e Léo, que provocaram ligeira melhora, mas ainda sem grande perigo.O jogo foi fraco. Do lado palmeirense, nenhum destaque positivo. O goleiro Marcos, irritado com a falta de disposição dos colegas, fez uma grande defesa no final da partida, ao impedir o quarto gol de Jales. Já no Rio Branco, Jales fez dois de cabeça, completando bons cruzamentos do lateral Carabina, e um belo gol em arrancada individual.Confira a classificação, os resultados e a próxima rodada do Campeonato Paulista 2005.

Agencia Estado,

10 de abril de 2005 | 19h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.