Divulgação
Divulgação

Rio cria comissão para evitar problemas no Maracanã

Comissão surge diante dos transtornos ocorridos nas últimas partidas do Flamengo no Brasileiro de 2009

AE, Agencia Estado

11 de janeiro de 2010 | 15h25

O governo do Estado do Rio de Janeiro decidiu adotar ações contra os rotineiros problemas ocorridos no Estádio do Maracanã. Para isso, criou a Comissão de Auditoria e Fiscalização de Acesso às Dependências do Estádio Jornalista Mário Filho (Cafa), que deverá agir em dia de jogos.

A comissão, que tem como objetivo organizar o acesso de estádios ao Maracanã, surge diante dos transtornos ocorridos nas últimas partidas do Flamengo no Campeonato Brasileiro de 2009, com superlotação de setores do estádio, venda de ingressos falsos por cambistas e até a entrada de torcedores sem bilhetes no Maracanã.

As confusões, inclusive, fizeram com que os administradores do Maracanã fossem notificados diversas vezes pelo Ministério Público Estadual. E as ações da comissão já servirão de preparação para a Copa do Mundo de 2014, que deve ter o Maracanã como sede da decisão do torneio.

A comissão promete fiscalizar a venda de ingressos e se a capacidade dos setores do Maracanã está sendo respeitada. Assim, espera conseguir evitar que os torcedores transitem por setores diferentes do Maracanã e entrem apenas no local apontado pelo ingresso, evitando a superlotação do estádio.

As ações da comissão devem ser colocadas em prática a partir do próximo final de semana, com o início do Campeonato Carioca. No próximo domingo, o Flamengo, tricampeão estadual, vai enfrentar o Duque de Caxias, no Maracanã.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolMaracanãcomissãoCopa 2014

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.