Rio Ferdinand é multado pela FA por conduta racista

A Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês) anunciou nesta sexta-feira que está multando o zagueiro Rio Ferdinand, do Manchester United, por conduta imprópria e racista. O jogador terá que pagar 45 mil libras (cerca de R$ 143 mil) à entidade, após polêmica envolvendo o lateral Ashley Cole, do Chelsea, no Twitter.

AE, Agência Estado

17 de agosto de 2012 | 10h18

Uma comissão independente avaliou nesta sexta que o zagueiro foi culpado de fazer referências à origem étnica e à raça de Cole, após aparentemente apoiar um comentário supostamente racista de um de seus seguidores no Twitter.

O seguidor relacionou Cole ao termo "Choc Ice", uma tradicional sobremesa gelada inglesa que conta com recheio de baunilha e cobertura de chocolate, o que significaria que o jogador do Chelsea é preto por fora e branco por dentro. A brincadeira foi apoiada pelo zagueiro, que deu risada do comentário.

Mesmo após a garantia de Ashley Cole de que não processaria Ferdinand, a FA decidiu investigar o caso. Na época, o zagueiro do Manchester explicou que "Choc Ice não é um termo racista, mas uma gíria para qualquer um que esteja sendo falso".

O episódio começou durante o julgamento de John Terry, que teria dito ofensas racistas ao irmão de Rio, Anton Ferdinand, durante uma partida do Campeonato Inglês. Ashley Cole foi uma das testemunhas de defesa do seu companheiro de Chelsea, fato que parece ter desagradado o jogador do Manchester United.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolManchester UnitedRio Ferdinand

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.