Riquelme diz que Basile saiu por culpa dos jogadores

'Foi culpa nossa, porque se somos bons em nossos clubes não podemos jogar tão mal na seleção', afirma o atleta

Efe,

20 de outubro de 2008 | 23h03

Alfio Basile "saiu por culpa dos jogadores", afirmou nesta segunda-feira o meia Riquelme, ao se referir ao pedido de demissão do técnico argentino após a derrota para o Chile pelas Eliminatórias Sul-Americanas à Copa de 2010. Veja também: Argentinos não querem Maradona como técnico da seleção Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão "Teria sido melhor que elas se dirigissem ao Riquelme para que ele pudesse seguir" no cargo, disse ao canal de televisão TyC Sports o jogador em relação às críticas recebidas pelo técnico nos últimos tempos. Apesar de uma possível crise no time devido às saída do técnico, Riquelme, sempre titular no time de Basile, disse não ter "dúvidas de que a Argentina vai estar no Mundial" da África do Sul. Riquelme, que desfalcou por suspensão sua seleção no jogo contra o Chile, afirmou que não gostou de ficar de fora "porque não podia fazer nada". "A seleção é uma coisa só. Que tudo termine como terminou é muito feio", assegurou. "Sei que Basile tem carinho por mim e eu também gosto muito dele. Foi culpa nossa, porque se somos tão bons em nossos clubes não podemos jogar tão mal na seleção", comentou. "Temos que assumir que os culpados somos nós", reiterou o meia do Boca Juniors. A Associação do Futebol Argentino (AFA), cujo presidente Julio Grondona está na Suíça, ainda não deu sinais de quem será o substituto de Basile.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.