Arquivo/AE
Arquivo/AE

Riquelme diz que ficará no Boca e frustra corintianos

Meia era pretendido pelo clube para a disputa da Copa Libertadores, mas fica na Argentina até o fim de 2010

AE, Agencia Estado

25 de setembro de 2009 | 13h08

O meia argentino Juan Roman Riquelme, cotado como reforço do Corinthians para a Copa Libertadores, frustrou a torcida do clube paulistano nesta sexta-feira. Ele afirmou que pretende cumprir seu contrato com o Boca Juniors até o fim, em 30 de junho de 2010.

Veja também:

especial Mercado: as transferências dos times

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

"Meu empresário recebe ligações de vários clubes. Isso me deixa feliz. Mas até 30 de junho, não posso falar com ninguém. Tenho um compromisso com o Boca", disse o jogador em entrevista ao diário esportivo Olé.

Riquelme afirmou, mais uma vez, que pretende encerrar sua carreira no clube de Buenos Aires. Ele disse que há chances até de renovar seu contrato, e mostrou-se disposto a tentar ficar.

"Quero jogar bem até 30 de junho. Depois, o Boca não tem obrigação de renovar. Eu dei minha palavra e quero cumprir. Quando tive de sair [para o Barcelona, em 2002], estranhei muito. Estou feliz aqui, e quero jogar muito mais. Se tiver a possibilidade de fazer isso no Boca, melhor ainda", afirmou.

Riquelme é um dos sonhos da diretoria do Corinthians para a próxima temporada, que marcará o centenário do clube. A experiência do meia na Libertadores seria um dos atrativos para o time paulista, que ainda busca seu primeiro título na competição continental.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.