Riquelme: inferno astral no Barcelona

Com apenas 10 partidas como titular e nada além de 4 gols marcados, o astro argentino Juan Román Riquelme vive um inferno astral no Barcelona. Depois de ganhar a antipatia do técnico holandês Louis Van Gaal e amargar a reserva, o argentino é olhado com desconfiança pelos próprios companheiros de clube. Os jogadores entendem que ele simulou uma contusão para não atuar na última partida do time na Liga Espanhola, quando o Barcelona goleou o Mallorca por 4 a 0. Riquelme alegou uma contusão, que não foi comprovada pelos exames médicos. Os companheiros deduziram então que ele se revoltou contra a decisão do técnico de deixá-lo na reserva - neste caso, de André Iniesta - um jogador vindo das categorias de base do Barça.As coisas ficaram ainda piores para o argentino, quando a imprensa catalã começou a especular que ele próprio estaria articulando sua volta ao Boca Juniors. Segundo os jornais, Riquelme teria ligado para Carlos Bianchi - o novo técnico do Boca - tentando acertar seu retorno à Argentina.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.