Riquelme volta ao Boca, mas não jogará o Mundial de Clubes

Meia que foi a principal estrela do clube na Libertadores se apresenta nesta quinta-feira

29 de novembro de 2007 | 23h26

O Boca Juniors anunciou nesta quinta-feira a contratação do meia Juan Román Riquelme, que está vinculado ao Villarreal, e seria um reforço importante para a equipe no Mundial de Clubes. Seria, porque a Fifa não liberou a inscrição do jogador na competição. Segundo a entidade, "em respeito" aos demais participantes e porque o jogador não foi incluído numa lista prévia enviada há cerca de três semanas. Riquelme foi revelado pelo clube e voltou ao Boca no primeiro semestre, depois de quatro anos e meio na Europa, sendo fundamental para a conquista da Libertadores, em cima do Grêmio na decisão. Depois, no entanto, não conseguiu acertar sua permanência.  De volta ao Villarreal, porém, Riquelme não foi aproveitado pelo técnico Manuel Pellegrino e vinha tentando voltar ao Boca. O clube argentino, no entanto, acabou enviando apenas 29 nomes na lista, deixando a camisa 10 vaga para o craque. O novo contrato de Riquelme com o Boca tem duração de 30 meses, até junho de 2010. "O clube fez um esforço muito grande e tudo terminou como desejávamos", festejou o jogador, que ainda espera jogar o Mundial. "Sou um otimista."

Tudo o que sabemos sobre:
RiquelmeBoca Juniorsapresentação

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.