Rivais fazem clássico paranaense em situações opostas

Depois de fazer mistério com as escalações, como é comum antes de um clássico, Coritiba e Atlético-PR entram em campo neste domingo, a partir das 16 horas, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba, para um duelo válido pela sétima rodada do Brasileirão. E os rivais chegam em situações bem diferentes.

JULIO CESAR LIMA, Agência Estado

14 de julho de 2013 | 07h49

O Atlético-PR está na zona de rebaixamento do campeonato, com apenas seis pontos, e nesta semana anunciou a contratação do técnico Vagner Mancini para substituir o demitido Ricardo Drubscky. Já o Coritiba, único ainda invicto no Brasileirão, tem 12 pontos e está na briga pela liderança.

Na preparação para o clássico paranaense, o técnico Marquinhos Santos preferiu o mistério e realizou treino secreto na tarde de sexta-feira. Ele pode fazer alterações no meio-de-campo, colocando Everton Costa junto a Deivid na frente, ou repetir as antigas escalações, deixando Deivid isolado no ataque.

"A rivalidade supera qualquer situação e os jogadores procuram compensar ganhando um clássico. Já participei de várias partidas em que o time que estava mal acabou vencendo. Coritiba e Atlético disputam um campeonato à parte dentro do Brasileirão, fazendo com que a colocação das equipes não indique um favorito destacado", afirmou Deivid, maior esperança de gols dos donos da casa.

Do outro lado, o Atlético-PR passa por fase conturbada. Vagner Mancini chegou ao clube na tarde de sexta-feira, mas só começa a trabalhar efetivamente na segunda. Para o clássico deste domingo, portanto, o time será orientado no Couto Pereira pelo técnico interino Alberto Valentim.

A dúvida atleticana está na escalação do meio-de-campo, com a disputa de uma vaga entre Zezinho e Paulo Baier. Alberto Valentim, porém, promete definir o time somente minutos antes da partida.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.