Tobias Hase/EFE
Tobias Hase/EFE

Rivais, Mourinho e Guardiola minimizam reencontro

Supercopa da Europa será marcado pelo duelo entre o ex-comandante do Real Madrid e o antigo técnico do Barcelona

AE-AP, Agência Estado

29 de agosto de 2013 | 17h09

PRAGA - ChelseaBayern de Munique se enfrentarão nesta sexta-feira, em Praga, pela Supercopa da Europa. Apesar de dois dos principais clubes do futebol mundial estarem se enfrentando, as atenções também estarão no banco de reservas, já que a partida marcará o reencontro de José Mourinho com Pep Guardiola, ex-comandantes de Real Madrid e Barcelona, respectivamente.

Ao longo de seu período à frente do Real Madrid, Mourinho enfrentou Guardiola no Barcelona em 11 oportunidades e os treinadores nunca mostraram muita empatia um pelo outro. Apesar disso, o técnico português minimizou o reencontro e preferiu exaltar a importância que a conquista da Supercopa teria para o Chelsea.

"Não se trata do Pep e nem de mim. Se trata de Chelsea e de Bayern de Munique. E também da Supercopa, na qual o campeão da Liga dos Campeões (Bayern) enfrenta o campeão da Liga Europa (Chelsea). E o Pep não foi campeão europeu, nem eu fui campeão da Liga Europa", declarou, lembrando que o Bayern era comandado por Jupp Heynckes quando foi campeão e o Chelsea, por Rafa Benítez.

O título da Supercopa seria o primeiro troféu de Mourinho na volta ao Chelsea para esta temporada. "Não é uma competição, mas sim uma partida que lhe dá um troféu. Se algum de nós disser que não deseja ganhar este troféu, não é verdade. Todo mundo quer conquistá-lo", afirmou.

Se na época em que comandava o Barcelona Guardiola dificilmente concordava com Mourinho, dessa vez deu opinião semelhante à do português. Para o técnico do Bayern, o confronto entre eles é o que menos importa, e o mundo todo estará assistindo à partida para ver as equipes.

"Milhões e milhões de pessoas em todo o mundo estarão assistindo a estas duas equipes maravilhosas, dois clubes maravilhosos, pelos jogadores, e não pelos técnicos", disse o técnico, que também tem a oportunidade de conquistar seu primeiro título oficial pelo Bayern.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.