Rival de sábado, Eriksson deixou saudades em Portugal

Os cinco anos que Sven-Goran Eriksson, atual técnico da Inglaterra, trabalhou pelo Benfica deixaram saudades em Portugal. ?Ele foi fundamental para o progresso do futebol português com seu estilo cordial de trabalho. Um verdadeiro gentleman?, disse o jornalista José Freitas, do diário A Bola. Pelo clube de Lisboa, Eriksson conquistou dois títulos portugueses, uma Copa da Uefa e chegou à final da Copa dos Campeões, quando perdeu para o Milan, em 1990.A simpatia dos profissionais da comunicação se estende ao público. O fato de Eriksson ter aprendido muito bem o português e sempre falar no idioma nacional em todos os eventos oficiais o fez ganhar o respeito e admiração por parte de todos em Portugal.Em Lisboa fala-se muito de um retorno de Eriksson após a Copa do Mundo, pois o treinador deixará o comando da seleção inglesa. Seu vínculo com os portugueses promete ser ainda mais intenso no futuro, pois juntamente a um grupo de empresários vai investir 40 milhões de euros na região do Algarve em centro de treinamento, que poderá ser muito utilizado no inverno europeu por causa do clima agradável.Ao contrário do que passou há dois anos quando se envolveu em um escândalo sexual, ao ter revelado um relacionamento com uma secretária da Federação Inglesa (FA), Eriksson tem total credibilidade em Portugal. ?Ele foi tão importante para o futebol português quanto está sendo Scolari?, compara Freitas, referindo-se ao atual treinador de Portugal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.