Rivaldo acerta com Sérgio Guedes para dirigir o Mogi Mirim na Série B

Dono do Mogi Mirim, o pentacampeão mundial Rivaldo sabe que precisa livrar o Mogi Mirim, clube-empresa que lhe pertence, da ameaça do rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série B. Por isso ele não perdeu tempo para escolher um substituto para o técnico Ailton Silva, dispensando na manhã de segunda-feira. No final da noite, ele confirmou o acerto com Sérgio Guedes, que será apresentado nesta terça-feira, às 13 horas.

Estadão Conteúdo

30 de junho de 2015 | 08h21

Ele será o terceiro técnico do time após nove rodadas. Edinho, filho do Rei Pelé, começou a Série B à frente do Mogi Mirim, mas só durou quatro jogos. Depois veio Ailton Silva, que somou apenas um ponto, dos três que o time tem na lanterna da Série B, com a pior defesa, já tendo sofrido 17 gols.

No último sábado, o Mogi Mirim perdeu em casa para o CRB, por 1 a 0, e agora vai buscar a reabilitação contra o América Mineiro, no Independência, no próximo sábado, às 21 horas, no fechamento da 10.ª rodada. A novidade do time deve ser Rivaldo, que ficou no banco diante do time alagoano.

O novo comandante do Mogi Mirim estava desempregado há quase um ano. O último clube de Sérgio Guedes foi o Santa Cruz, de onde acabou demitido em meados de setembro de 2014, também durante a disputa da Série B. Desde 2012, ele passou por Sport, XV de Piracicaba, Ceará, São Caetano e Oeste, além do Santa Cruz, sem deixar saudade. Agora o ex-goleiro da Ponte Preta, Santos e Cruzeiro, aceitou o desafio de tentar recuperar.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.