JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Rivaldo anuncia volta aos gramados pelo Mogi Mirim na Série B

Pentacampeão de 43 anos é o dono da equipe do interior paulista

Estadão Conteúdo

22 de junho de 2015 | 20h45

Em março de 2014, Rivaldo, pentacampeão mundial pela seleção brasileira, anunciara a sua aposentadoria do futebol para trabalhar exclusivamente na presidência do Mogi Mirim. Com o time em situação delicada na Série B do Campeonato Brasileiro na temporada de 2015, o jogador decidiu ele próprio resolver os problemas. Desistiu da aposentadoria e confirmou que voltará aos gramados. O craque já iniciou o treinamento com o restante do elenco, tudo para salvar a equipe do interior paulista do rebaixamento.

Entusiasmado com o acesso conquistado na Série C do ano passado, Rivaldo indicou que poderia atuar pelo Mogi Mirim em algumas partidas na Série B. A impressão era que o pentacampeão, no auge dos seus 43 anos, estava de brincadeira, mas a confirmação veio nesta segunda-feira, através de uma nota oficial do próprio jogador.

O meia, inclusive, tem contrato como jogador do Mogi Mirim e reforça o time, primeiramente, para "passar tranquilidade neste momento complicado". "Quero, com esta minha decisão, ajudar os jogadores a sair desta má fase, pois entendo que o nosso time não é para estar brigando contra o rebaixamento", escreveu em uma rede social.

A participação do jogador nas partidas oficiais dependerá do condicionamento físico e de dores nos joelhos, que fizeram o ex-jogador da seleção brasileira aposentar há 15 meses. "Poderei até ajudar em alguns jogos, mas isto os treinamentos é que irão me ajudar a decidir", completou.

O Mogi Mirim é o único time que ainda não venceu na Série B. Até agora foram três empates e cinco derrotas, que mantêm o time paulista na última posição, com três pontos. Recentemente, o presidente gerou polêmica ao anunciar os aumentos dos ingressos de R$ 20 para R$ 100.

 


Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BMogi MirimRivaldo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.