Rivaldo demite técnico do Mogi após 5 derrotas seguidas

A permanência de Francisco Diá no comando técnico do Mogi Mirim durou apenas dez rodadas. Depois de cinco derrotas consecutivas no Campeonato Paulista, o presidente do clube, o pentacampeão mundial Rivaldo, decidiu pelo desligamento do treinador.

AE, Agência Estado

22 de fevereiro de 2010 | 14h53

A derrota diante do São Caetano por 1 a 0, neo domingo, foi o ponto final da passagem de Diá pelo clube. Antes, o Mogi Mirim havia perdido para Mirassol, Botafogo, Oeste e Corinthians.

O time é o 17.º colocado do Campeonato Paulista, com oito pontos. Venceu apenas dois dos dez jogos que disputou - empatou outros dois e perdeu seis.

Segundo Rivaldo, o nome do novo treinador já é conhecido, mas, como a negociação ainda está andamento, ainda não pode ser divulgado para a imprensa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.