Rivaldo é eleito o pior do ano na Itália

O meia Rivaldo, que recentemente rescindiu seu contrato com o Milan depois de uma passagem decepcionante, foi ?agraciado? nesta segunda-feira com um título pouco lisonjeiro. Foi escolhido o pior jogador do ano, em pesquisa promovida pela emissora de rádio italiana Rai-2, entre seus ouvintes. O brasileiro - que em 99 foi eleito pela Fifa como o melhor do mundo e se transformou num dos grandes destaques da Copa do Mundo de 2002 - recebeu um total de 5.362 votos em consulta feita junto aos ouvintes nas últimas três semanas. Com isso, acabou ficando com o troféu "Bidone d´Oro" (?Engano de Ouro?).Rivaldo, que venceu com 27,92% dos votos, foi seguido de Saadi AlGadafi, filho do líder líbio Muamar Al Gadafi, que atua pelo Perugia. Gadafi não chegou a jogar e recentemente teve resultado positivo em exame de doping (nadrolona). O líbio recebeu 21,49% dos votos. Em terceiro lugar ficou o alemão Carsten Jancker (19,29%), da Udinese. Jancker, que defendeu a Alemanha no Mundial da Ásia, foi contratado com fama de artilheiro, mas fez seu segundo gol pela Udinese somente no fim de semana, 17 meses após a contratação.Entre os 10 mais votados figuraram também, o zagueiro Marco Materazzi, da Internazionale e dois jogadores da Lazio, o português Sergio Conceição e o sérvio Sinisa MihajlovicAlém do voto popular, a consulta teve a participação de 5 dos 52 especialistas que todos os anos concedem a ?Bola de Ouro?, um dos mais tradicionais prêmios do futebol europeu, instituído pela revista France Futebol."O Rivaldo não tem mais nada para provar. Não dará importância para isso, pois está acima", disse José Carlos Lages, advogado e agente do jogador. "Na verdade, ele não teve oportunidades no Milan. Foi tratado de forma diferente aos atletas de seu nível", continuou, sobre o fato de o meia-atacante ter atuado em apenas 38 jogos, sendo 27 como titular e ter anotado 8 gols.Rivaldo pode estar em baixa na Itália. Mas em outros países, principalmente na Europa, continua em alta. Estuda quatro propostas e durante esta semana, em data ainda não definida, o craque vai divulgar o seu futuro. Provavelmente o Liverpool, da Inglaterra. Ele próprio informará em qual país europeu e equipe jogará, a partir de janeiro."Os clubes do Brasil ainda não fazem frente à situação financeira dos times da Europa", afirma Lages, descartando, ainda, seu retorno ao País. Palmeiras e Cruzeiro manifestaram interesse na contratação do jogador. "Com um câmbio de 3 reais para um dólar, fica difícil acerto aqui."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.